Santiago do Chile - dia 03


Viagens

Vocês acharam que eu tinha deixado esse roteiro de lado, né?? errarammmmm! hehehhehehe.

Mas, devo confessar, ando deixando o Blog um pouco de lado mesmo...vamos tentar melhorar isso ai!!

Nossa primeira parada do dia foi no Cerro Santa Lúcia. Para chegar lá, basta pegar o metrô (linha 1 - vermelha) e descer na Estação Santa Lucia.


Apesar de ser bem menor do que o Cerro San Cristobal, achei o santa Lucia muuuito lindinho. Agora, vá preparada para andar!! São vários degraus, trilhas...muita coisa para ver por lá!



Quando você chega lá em cima, no último mirante, dá para ter uma vista bem bonita não só de Santiago, mas das montanhas nevadas também!



De lá, seguimos a pé para o Bairro Paris - Londres que, na verdade, são apenas duas ruas. decidi ir lá conhecer porque meu avô viu que existia esse local em algum programa de viagem e disse que eu TINHA que conhecer. 



E olha, eu achei muito fofo! Parece que você está entrando em outra cidade....tá lá, tudo meio moderno, amplo e, de repente, você dá de cara com duas vielas cheias de casinhas com flores nas janelas, construções antigas, cafés...uma coisa linda!!





Em seguida, fomos em uma outra rua bastante conhecida da cidade: a Calle Lastarria. Ela é repleta de bares, cafés, restaurantes e livrarias. Fomos a pé mesmo, é tudo muito pertinho. Lá ficava um dos restaurantes que mais nos indicaram, o Bocanariz. decidimos almoçar por lá.

Fomos atendidos por uma brasileira muito querida, a Marina, que nos explicou um pouco do funcionamento da casa. O Bocanariz é, na verdade, um winebar...e é muito reconhecido por isso. Já ganhou vários prêmios e sua carta de vinhos está entre as melhores do mundo. Uma pena que eu não tenho fotos dos nossos pratos....mas o Marido pediu o menu executivo, que vinha com entrada, prato principal, sobremesa e uma taça de vinho tinto ou branco para acompanhar. Só lembro que o prato principal dele era um peixe e estava uma delícia! Já o meu foi um conchiglione recheado com ricota e espinafre em um molho MARAVILHOSO. Achei a comida muito boa e com um preço justo, especialmente o menu fechado!

Já de barriga cheia, descansamos um pouco numa praça que tinha lá por perto e seguimos para a nossa visitação na Vinícola Cousino Macul.

Para chegar na vinícola de metrô, você tem que pegar a linha 04 - azul e descer na Estação Quilin. Quando sair da estação, vá para um ponto de taxí que tem na frente de um shopping que existe ao lado da estação (acho, inclusive, que o nome do shopping é Quilin também) e peça para te deixarem na Cousino Macul. É bem perto e o taxi da baratinho. 


Achei a visitação da Cousino Macul historicamente mais legal. Eles explicam bem melhor todo o processo de criação da vinícola, dos vinhos...se fosse época de colheita, até ajudar nós poderíamos! É uma vinícola menor e, justamente por isso, sua visitação é menos "turística" que a Concha y Toro.



A visitação custa 9000 pesos/pessoa e você encontra os horários e faz a reserva pelo site mesmo. E uma dica muito importante que eu dou: compre vinhos na lojinha da vinícola. A diferença de preço no supermercado e na loja é razoável...e entre a lojinha e o Brasil é absurda! Compramos vinhos lá pelo equivalente à 17 reais que, aqui em recife, encontrei por 50 até 65 reais. Me arrependi de não ter trazido uma caixa!!! E os vinhos são muito bons!

Depois de degustados bons vinhos, fomos pro hotel descansar já que, a noite, tinhamos reserva no Restaurante Giratório!!!


Evitem ir lá sem fazer reserva. Ele vive muito cheio, especialmente de turistas brasileiros e ninguém gosta de ficar esperando mesa, né?? no site mesmo explica como fazer reserva.



Achei o restaurante muito bonito, com um ambiente super aconchegante! Como dá para perceber, fomos a noite...muita gente prefere ir de dia, para apreciar melhor a vista...mas achei lindo mesmo assim!!! O ambiente fica a meia luz, com um piano e voz ao vivo...uma delícia!!

Pedimos de entrada um carpaccio de carne que estava muito bom! Mas acabou tão rápido que não deu para tirar fotos...hehehehehhee.



Esse foi o prato do marido e, confesso, não lembro o que era. Só lembrava que era cordeiro e, filando no menu do site, seria um "risoto de setas, puerros y chuletitas de cordero". Ele disse que estava muito bom.


Já o meu foi um escalope de filé em redução de merlot, acompanhado de batatas recheadas com queijo e camarões. Olha...devo dizer...estava MUITO BOM!! Valeu cada centavo! Eu sei que parece que não vem muita comida...mas dá para encher bem, viu??

O preço do Restaurante é ok, para a comida que ele oferece. Gastamos 35600 pesos, sem as bebidas, o que daria um total de, mais ou menos, 156 reais pela entrada e dois pratos principais. Acrescente ai a garrafa de vinho que pedimos mais as águas...

E assim acabou nosso terceiro dia de lua de mel em Santiago. esepro que vocês tenham gostado!!

Qualquer dúvida, manda ai nos comentários ou no email.

Beijos

Por Aline Ramos em 7.4.15

Compartilhar

Comentar via Facebook


Comentar via Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário